Série - Pequenas Histórias da AYAHUASCA II - Conhecendo Maria

Mestres Serie Historias V16Conhecendo Maria

Baseado na miração de Elton da Rosa

De formação evangélica não tive, ao longo da minha vida, ensinamentos sobre a Virgem Maria a não ser quando esporadicamente era convidado para algum casamento ou alguma cerimônia Católica. Livre de preconceitos em relação à Maria, não tinha qualquer contato com Ela, mas ouvia outros contarem belas histórias de encontros com esse Ser e sobre a sua infinita beleza e sabedoria.

Nessa condição, sempre me questionava do porque de alguns irmãos encontrá-la e eu não. Sempre que tinha alguma dificuldade no mundo espiritual, quem vinha em meu auxílio era Jesus Cristo.

Certo dia, necessitando de ajuda para uma pessoa em dificuldades pedi, durante o Trabalho, auxílio para que pudesse dar-lhe a resposta de que tanto necessitava para a sua vida. Fui andando dentro da luz e a resposta não chegava. Foi quando, na miração, me vi em frente a uma montanha, bastante íngreme e alta, coberta com uma vegetação do tipo cerrado, com gramíneas, pedrinhas soltas e pequenos arbustos espalhados de forma escassa e lá no alto, no topo, estava Ela, Maria.

Maria na Montanha 2013cComecei a subir a montanha para chegar até Ela, mas diante das dificuldades da subida, parei e perguntei sobre a solução para o problema dessa pessoa, a qual eu precisava prestar auxílio. Maria, se inclinado para mim perguntou: “Você acredita em mim?”, ao que eu respondi: “sim”. Mas Maria, numa expressão de dúvida, mexendo com o rosto em negativa disse: “Não acredita não”.

Em mais um esforço, continuei minha subida, Maria na Montanha 2013cenfrentado as dificuldades que se avolumavam a cada passo dado, parei e perguntei novamente sobre a resposta de que necessitava e novamente ela se inclinou e perguntou: “Você acredita em mim?” e eu outra vez respondi: “sim”. Mas Maria, mais uma vez, com expressão de dúvida, mexendo com o rosto em negativa disse: “Não acredita não”.

Em um novo esforço Maria na Montanha 2013cdesesperado, cravei as unhas no solo, com toda força de que dispunha, sentindo espiritualmente o sangue vertendo pelas feridas causadas nos meus dedos, tentei subir a montanha, me agarrando em tudo que aparecia, numa vontade desesperada de chegar ao topo. Mas me vi sem forças, sem capacidade, sem merecimento e sem dignidade para chegar até onde Ela estava.

Nesse desespero perguntei novamente sobre a resposta que precisava. Tentei explicar a importância daquela resposta e de quanto precisava dela. Mas Maria voltou a se inclinar e perguntar: “Você acredita em mim?” e eu, absolutamente vencido, já sem forças de dar mais um passo sequer, disse, com todas as forças do meu coração: “Sim!”, “Sim!”, “Eu acredito”. Então com extrema facilidade subi até Ela e recebi a resposta que me havia colocado naquela situação.

Foi assim que descobri as belezas e as sabedorias desse Ser que acompanha a humanidade na sua caminhada neste planeta. Depois desse dia em diante, tenho mais um Ser em que posso contar nos momentos de dificuldade, que são tantos e que, com o devido auxílio nos tornam cada vez mais lapidados para nossa próxima missão.

Caso queira ler relatos anteriores, entre no link “Pequenas Histórias da Ayahuasca” no lado direito do Site da Fraternidade. Fraternidade Rosa da Vida.

Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Rádio Rosa da Vida

 

 

  Mestre Irineu   Mestre Francisco  Mestre Iran