Série - Pequenas Histórias da AYAHUASCA IX - Encontro com Meu Anjo da Guarda

Mestres Serie Historias V16
Encontro com Meu Anjo da Guarda
Por: Elton da Rosa, em 2013
 
Me encontrava numa borracheira muito forte, daquelas que vamos além dos conhecimentos normais dos dias normais de Trabalho. Me sentido um pouco desconfortável, resolvi descer até o estacionamento para buscar meu casaco.
 
Quando cheguei no carro, resolvi me sentar um pouco e liguei uma música qualquer que estava no aparelho de som do carro. A borracheira começou com força total e junto grandes mirações, em determinado momento fui impelido a olhar para o banco do carona do carro e então vi uma velhinha, com corpo de velhinha, mas com a cabeça formada por um crânio e ela abriu a boca para mim como se fosse soltar um grito, nitidamente querendo me assustar. Eu fiquei arrepiado com aquela visão, mas não senti muito medo.
 
Foi então que vi uma pessoa, do tamanho de um polegar, de cor branca e muito brilhante flutuando em minha frente, mais ou menos em frente ao aparelho de som do meu carro. Ele se parecia com Mahatma Gandhi, magrinho, meio corcunda, carequinha e com cabelos ralos e bem curtos e usava um óculos, também no formato que Gandhi usava.
 
Olhei para aquele ser tão pequeno e de aparência frágil e perguntei: “Quem é você?” ao que ele respondeu: “Eu? Eu sou o seu anjo da guarda”. Respondi: “Mas deste tamanho?”, ao que ele respondeu: “Tamanho não é documento!”.
 
Então naquela cena ele me disse que estaria ali para me ensinar como agir na situação em que me encontrava, com aquele ser sentado ao meu lado. Disse que no mundo espiritual não tem como destruir nada, que não teria como eliminar aquele ser, apenas transformar ele.
 
De alguma maneira entendi do que o meu anjo da guarda falava e olhando para a velhinha que continuava fazendo feições assustadoras, iniciamos um trabalho de transformação e sem muito esforço, por causa da ajuda do meu anjo da guarda, fizemos a velhinha virar um espírito bem menor, mas do bem e ela saiu dali imediatamente, como uma aliada e ajudando no trabalho de transformação de outros espíritos de baixa frequência.
 
Me virei e olhando novamente para meu anjo da guarda e lembrando de uma lenda que diz que, quando você sabe o nome do seu anjo da guarda, você passa a dominar ele e assim, sempre que precisar você chama e ele vem, de forma bem natural perguntei: “Qual o seu nome?” e ele respondeu de forma seca, mas divertida: “Boa tentativa”, numa clara demonstração de que conhecia meus pensamentos ou pelo menos a lenda.
 
Bem foi essa a primeira vez que vi o meu anjo da guarda e a partir daí tenho percebido a presença dele em muitos momentos, não de forma visível, mas tenho consciência da proximidade dele e de como me ajuda, quando ELE deseja.
 
Autor: Elton da Rosa


Entrar

Acesse sua conta de usuário

Nome de usuário *
Senha *
Lembrar de mim

Rádio Rosa da Vida

 

 

  Mestre Irineu   Mestre Francisco  Mestre Iran